De “Feito Em Casa” a “Duas Cidades”: Música independente e a pluralidade cultural brasileira

9 07 2020

Como a sobrevivência por parte dos independentes era, até há pouco, muito difícil, cabia a esses selos a missão de encontrarem meios e veículos alternativos para sua divulgação. Entre eles, temos o show, talvez o meio que se mostre mais eficaz entre todos para um artista independente se promover. As apresentações ao vivo sempre se mostraram boas para captar a atenção e o interesse do público. E isso foi percebido logo no início da Virada, quando o Lira Paulistana promovia apresentações ao ar livre para a divulgação de seus artistas. A visibilidade adquirida foi tanta que a Secretaria de Cultura de São Paulo contratou o selo para organizar um evento grande na data de fundação da cidade. Foi a partir desses shows que a banda Ultraje a Rigor, por exemplo, tornou-se conhecida, em meados dos anos 80 (VAZ, 1988, p. 54).

Source: De “Feito Em Casa” a “Duas Cidades”: Música independente e a pluralidade cultural brasileira


Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: