Rolling Stone · Politicamente incorreto: 14 musicas antigas que nunca seriam lançadas hoje [LISTA]

13 06 2020

Essa é uma análise rasa e ela sim, preconceituosa. O cara não é machista, ele só não consegue controlar seu sentimento. Mas nada faz de machista. O cara só não é hipócrita como o autor desse texto e como tantos outros babacas que fingem que são virtuosos. Em 85 eu já apontava essa hipocrisia.

De moderninha, não tem nada. A letra da canção cai em uma armadilha que tenta destruir – um cara tentando não ser machista, mas sendo extremamente machista. O eu-lírico não quer controlar a namorada, mas não gosta nem de deixá-la sair, e não quer que ela tenha amigos.”Eu quero levar uma vida moderninha / Deixar minha menininha sair sozinha / Não ser machista e não bancar o possessivo / Ser mais seguro e não ser tão impulsivo / Mas eu me mordo de ciúme / […]Ela me diz que é muito bom ter liberdade / E que não há mal nenhum em ter outra amizade / E que brigar por isso é muita crueldade /Mas eu me mordo de ciúme”

 

Source: Rolling Stone · Politicamente incorreto: 14 musicas antigas que nunca seriam lançadas hoje [LISTA]